Termos Utilizados na Soldagem

9 de novembro de 2020 2 Por Cássio Ribeiro


Muitas vezes quando estamos no mundo da soldagem, ou entramos nessa área, nos deparamos com alguns termos e palavras que podemos não conhecer, ou que realmente não sabemos o real significado.

Se você está no início da carreira de soldagem, seja como soldador ou até mesmo como um programador de robô de soldagem, logo vai descobrir que essa área possui diversos nomes que serão mencionados em algum momento. Em artigos ou livros sobre soldagem, bem possível que vai se deparar com eles.

Os mais experientes na área podem geralmente conhecem muitos desses termos, porém na prática não sabem dar uma explicação mais aprofundada ou educativa.

Para que você tenha um melhor aproveitamento das aulas que vêm a seguir, vamos comentar aqui sobre alguns termos sobre soldagem, que vamos falar durante todo o curso.

Esses termos, em algumas regiões podem mudar um pouco, mas o sentido permanece o mesmo. São nomenclaturas que podemos utilizar tanto na soldagem manual quanto na soldagem semi-automatizada, ou ainda na soldagem robotizada, que é o nosso caso, pois tudo se trata de solda.

Então vamos lá:

  • Ângulo de ataque da tocha

É o ângulo que a tocha de soldagem necessita ficar para direcionar o arame dentro da poça de fusão. Seria a posição que colocamos a tocha para realizar a soldagem. O ângulo de ataque pode mudar conforme o processo ou a necessidade de maior ou menor penetração na soldagem.

  • Cordão de solda

É o resultado de um ou mais passes de solda em uma peça.

  • Corpo de prova

É uma amostra para ensaios mecânicos, químicos ou metalográficos que é retirada de uma peça de teste.

  • Escamas de solda

É a forma que o cordão fica após a solidificação que é parecido com uma escama de peixe. Isso ocorre devido ao movimento que fizemos com a tocha de soldagem durante a solda, ou dependendo o processo que utilizamos, o movimento pode ser linear, mas a fonte de solda faz o escamado.

  • Escória da solda

São os resíduos não metálicos resultantes da decomposição do fluxo e as impurezas da soldagem. Normalmente são expulsos para fora do cordão durante a soldagem.

  • GAP

É a fresta que fica entre as duas peças a serem soldadas, ou seja, o espaçamento que fica para aplicarmos a solda.

  • Gás de proteção

É o gás que é utilizado para proteger a poça de fusão contra a contaminação do ar da atmosfera. Existem processos que não necessitam de gás de proteção, nesse caso o próprio material de adição já possui um fluxo que faz o trabalho do gás.

  • Material de adição

Como o próprio nome já diz, é o material que será adicionado na união das peças a serem soldadas. Este geralmente é feito do mesmo tipo e liga do material de base. Sua principal função é preencher o gap, que fica entre as duas superfícies.

  • Material de base

É o material que estamos soldando, ou seja, o metal que consiste nas partes que serão unidas pela soldagem. É basicamente a peça que vamos soldar.

  • MIG/MAG

MIG/MAG são denominações dadas ao processo de soldagem usado em larga escala pelas indústrias metalúrgicas. Porém cada uma tem uma delas tem uma particularidade. A MIG utiliza gás inerte, como Argônio por exemplo. Este é mais utilizado para aplicações de soldagem de alumínio. Quando o gás é ativo no processo a denominação mais comum é a MAG.

  • Passe de solda

É o acúmulo do material obtido através da fusão do metal de base e o material de adição.

  • Poça de fusão

É basicamente uma poça líquida de metal derretido. É formada pela união do material de adição com o metal de base. Utilizamos este termo antes da solidificação dos materiais.

  • Regulador de pressão de gás

É um equipamento que estabiliza e ajusta a quantidade de gás necessária para executar a soldagem.

  • Respingos de solda

São as faíscas resultantes do curto-circuito da soldagem e que podem conter partículas de material de adição ou de metal base.

  • Soldagem a arco

São o conjunto dos processos de solda que consistem na união de metais aquecidos pela geração de um arco elétrico, que pode ser com ou sem material de adição.

  • Soldagem com costura

É uma solda contínua que foi realizada com movimentos que podem ser em zique e zague ou em movimentos circulares por exemplo.

  • Zona Termicamente Afetada

É a região localizada no metal de base que não foi fundida durante o processo de soldagem, porém as propriedades mecânicas foram alteradas devido ao calor inserido através da solda. Geralmente é a parte colorida, muitas vezes azulada, que fica ao redor do cordão da solda.

E aí gostou dos termos? Tinha algum que você não conhecia ou que você normalmente fala no dia a dia do trabalho?